Chora de Bacalhau

A chora de bacalhau era um prato usado a bordo dos barcos que pescavam bacalhau nos mares do norte.
Esta sopa era servida aos pescadores portugueses, a bordo dos lugres, depois do trabalho árduo de pescar, escalar e salgar o bacalhau recolhido diariamente.
Devido à falta de alimentos frescos, nomeadamente vegetais, a chora era geralmente feita apenas com arroz e caras de bacalhau. Uma vez por outra, adicionavam um pouco de toucinho ou um pedacinho de chouriço.
A receita que a seguir transcrevo é uma versão “burguesa” da tradicional e pobre chora dos pescadores.
Ingredientes
4 a 5 l de água; 2 cebolas grandes picadas; 2 dentes de alho; 2 folhas de louro; 1/2 colher de chá de pimenta; 100 g de calda de tomate; 1,5 dl de azeite; 1 colher de banha de porco; 1 naco de toucinho salgado; 2 caras de bacalhau fresco bem lavadas; 200g de arroz ; Salsa; Sal q.b.
Confecção
Numa panela grande, junta-se tudo menos o arroz, vai ao lume e, depois de estar a ferver durante 10 minutos, retiram-se as caras e coloca-se o arroz.
Quando o arroz estiver cozido, retira-se a panela do lume e colocam-se as caras dentro desossadas.
Serve-se acompanhada de quadradinhos de pão torrado e temperada com vinagre a gosto.
Para quem preferir, a chora pode-se fazer substituindo o arroz por massa tipo cotovelinho.
CRIADO POR CONTAGIO.PT